19 de julho de 2011

Abrãao, um cara que era “chegado” de Deus


Introdução:

O personagem deste estudo é conhecido da galera. Dificilmente alguém não ouviu falar de Abrãao. Todos o conhecem como amigo de Deus ou um homem de fé, porém, neste estudo, além de falarmos de sua história, estaremos enfatizando sua obediência e sua santidade (como ele pouco a pouco foi mudado durante sua vida).

A obediência, para o adolescente, é uma grande dificuldade. A santidade é outro ponto importante, pois o segredo não é um momento, e sim o dia-a-dia para qualquer cristão. Esse é um problemão, pois em um dia dá para “segurar a onda”, mas em uma semana é muito difícil. Quando chega na sexta-feira é um “Deus nos acuda”, pois a tentação e o pecado já estão rolando solto. Portanto, estaremos aprendendo como podemos ser obedientes e santos, tirando como exemplo o nosso amigo Abraão.

Desenvolvimento:

Abraão era descendente de Sem (filho de Noé), filho de Terá. Ele se tornou ancestral da nação hebraica e de outras. Ele nasceu em Ur dos Caldeus e se casou com Sara. Abrão, como era chamado, antes de Deus mudar seu nome para Abraão (Gn.17:5), era pelo menos um pouco diferente, ele tinha uma fé que era acima da média. O cara era tão obediente que uma vez Deus o deu uma ordem para que ele saísse de sua terra (Ur dos Caldeus) e fosse para uma terra que Deus iria ainda mostrar, e ele obedeceu, saiu meio que sem rumo, levando toda sua família e bens e “de quebra” levou também seu sobrinho Ló juntamente com sua família. A palavra dada por Deus a Abraão inclui também que ele iria ser pai de muitas nações. Ele deve ter pirado mais ainda, pois ele não era nem pai e sua mulher era estéril. Mesmo assim, ele confiou em Deus. Alguns acham que esse tipo de obediência é cega, mas isso não é verdade. Abraão creu na promessa e foi obediente. Algumas vezes, os pais, líderes ou até mesmo Deus, nos dão algumas ordens que a gente não entende direito e por isso há tantos questionamentos ou dúvidas. É necessário entender que existem coisas que mesmo explicando da melhor maneira possível você não irá entender. Por isso obedeça e depois de algum tempo você perceberá que foi a melhor escolha. É claro que essa obediência se deve a líderes que são coerentes e que você conheça. Abraão obedeceu sem entender muito que Deus iria fazer (ele não conhecia a terra que Deus iria dar). Este tipo de atitude que foi falada acima, só dá para fazer se o coração estiver mudado. Alguém que procura obedecer colhe grandes frutos em toda sua vida. Ex.: o adolescente que espera a hora certa para fazer a corte/namoro ou o jovem que tem um namoro/corte santo. Estes colherão bons frutos em seu casamento.
Após a saída da sua cidade, começa a rolar um tanto de tumulto que vai do capítulo 12:10 até 21:7. Procuraremos descobri-los através dos textos bíblicos ou do conhecimento bíblico de cada um. Cada um da célula terá que contar um tumulto (história) da vida de Abraão. Caso precise, consulte o texto bíblico indicado pelo líder.

No começo da história alguns estes textos Bíblicos mostram como o nosso amigo Abraão deu alguns vacilos. Foram tantas as mancadas que ele deu: o filho com Hagar, a mentira a respeito de Sara (isto aconteceu duas vezes) e outras mais. Mas, tudo isso serviu para o seu crescimento. Abraão aprendeu muito com seus erros. Sempre aprenda com os erros dos outros e com os seus também.

Na adolescência, somos confrontados por muitas propostas que são as mais tentadoras possíveis. Toda hora rola um tipo de tentação, seja no trabalho, na escola, no cursinho, em casa, em viagens de férias, etc. Mas feliz é aquele que consegue fugir ou suportar a tentação. As “idéias fracas” começam a sair fora da cabeça, pois Deus começa a mostrar que o caminho a ser seguido é outro. Ex.: Relacionamento com a mãe (você estressava com sua mãe quando ela “pegava no seu pé”, Deus te mostrou que deve ouvi-la, pois ela sempre quer o seu melhor e ela é autoridade de Deus na sua vida). Todo esse aperfeiçoamento te levará a cada dia ser um cristão que Deus deseja que você seja. Isso será bom no seu relacionamento com os outros e também no sucesso da sua vida.

Abraão passou por vários problemas, mas não podemos nos esquecer de que ele também recebeu grandes bênçãos que carregou para o resto de sua vida. Como a experiência do Seu chamado (Gn 12:1-9), quando Deus promete para ele a terra de Canaã (Gn 13: 14 a 18) e a promessa de seu filho Isaque, e outras coisas maravilhosas.

Muitas coisas aconteceram com Abraão, bênçãos ou grandes problemas, mas tudo serviu para crescimento espiritual dele. Mas o que na verdade ele nunca esperaria passar, ele acabou passando. O capítulo 22 de Genesis relata o maior desafio que Abraão passou em sua vida, isto aconteceu quando Deus o pediu seu único filho, Isaque, para ser sacrificado. Ele tinha esperado tanto tempo para ter um filho... Abraão deve ter ficado pirado quando ouviu o pedido de Deus, mas ele o fez. Veja o que diz o texto de Gn.22:9-19.

Ufa!!! Isaque não morreu. Deus poupou a vida dele. Abraão era realmente um cara obediente. Fico pensando: será que teríamos a coragem de fazer o mesmo? Com essa atitude, Abraão mostrou que ele estava disposto a obedecer a Deus a que preço fosse. Ele não mediu esforços para obedecer a Deus. Muitas vezes, por coisas infinitamente menores, deixamos de obedecê-lo. Isto acontece porque a nossa obediência só vai até onde nos convém. Se acharmos que isto ou aquilo é exagerado demais, não fazemos. Mas não é isto que Abraão fez, apesar da dor ou do “exagero” do pedido que Deus tinha feito, ele simplesmente obedeceu.  A conseqüência desta obediência Abraão colheu não somente em vida, mas também os outros receberam as bênçãos que Deus derramou sobre sua geração.  
Depois do sacrifício de Isaque, alguns anos se passaram. Sara (esposa de Abraão) bateu as botas (morreu) e Isaque (filho de Abraão)  encontrou sua esposa, Rebeca. No capítulo 25 é relatada a morte de Abraão. Ele morre com 125 anos e sua benção continua acompanhando a sua geração.

Conclusão
A história de Abraão motiva cada adolescente a buscar mais a Deus e viver a vida cristã de maneira simples e com muita dedicação. Não podemos simplesmente estudar a história desse herói da fé e achar doido demais; devemos observar seu exemplo e viver tudo aquilo que aprendemos.  Procure exercitar tudo que você aprendeu neste estudo. “Não seja simplesmente um ouvinte, mas um praticante da palavra”. Tiago 1:22  

Um comentário:

  1. Eu conheço a historia de Abrãao,ele foi muito fiel para fazer o que deus mandou.

    Que Deus te abençoe.

    Rafaela 12 Anos da Rede de Adolescentes.

    ResponderExcluir

O que achou do tema? Comente!