4 de setembro de 2011

A igreja não é um shopping Center

Texto Base: Marcos 11:15 a 19
Textos Opcionais: Mateus 21: 12 a 17, Lucas 19:45 a 48 , João 2: 13 a 22
Contexto do texto:
  •    Jesus já tinha ido no templo no dia anterior, logo após sua entrada triunfal em Jerusalém .  Marcos 11:11
  •     Depois partiu para Betânia, e foi para Jerusalém
Jesus expulsa:
  •     Vendedores
  •     Compradores
  •     Cambistas
  •     Ele mandou tirar os animais, cadeiras, e tudo que atrapalhava a adoração no templo.
O que estava acontecendo no templo? Versos 15,16
  •   Templo – a palavra neste texto é Hieron - Atrio dos Gentios, o único lugar que os gentios (quem não era judeu) tinham para adorar a Deus. 
  •    Dentro do templo havia um lugar específico para o sacrifício de animais. Os sacrifícios eram feitos para purificação dos pecados e como forma de agradecimento a Deus.
  •    Muitos, se aproveitando disso, vendiam no templo (átrio dos gentios) os animais que  seriam sacrificados.
  •   Jesus expulsou a todos  que vendiam  animais (bois e ovelhas)e (pombas, para os pobres).
  •    O comércio desses animais era uma enorme fonte de renda.
  •   Jesus expulsou também os cambistas. Eles faziam a troca da moeda (do estrangeiro para a moeda local) que servia tanto para comprar animais quanto para dar a oferta no templo.
  •   O Verso 17 diz: “Não permitia que ninguém conduzisse qualquer utensílio” – as pessoas usavam o lugar dos gentios no templo como atalho de comércio.
Mas porque Jesus estava tão bravo?
  •   Porque era o sumo-sacerdote (líder do templo) quem controlava a política e a venda de animais para serem sacrificados no templo.
  •   Porque o lugar reservado para os gentios, no templo,  estava sendo ocupado com outras coisas. Por isso os gentios não podiam adorar a Deus ali.
  •    Porque os lideres e as pessoas fizeram do templo um lugar de interesses pessoais.
  •  Porque profanaram o templo, transformando-o  num lugar de comércio em vez de adoração.
  •    Porque as pessoas estavam indo ao templo por motivos meramente religiosos.
  •  Porque no átrio dos gentios, onde qualquer pagão podia adorar a Deus, estava havendo muita coisa errada (venda de animais, troca de moeda, sujeira, gente gritando, mal cheiro). Acontecia de tudo,  menos adoração a Deus.
  •    O verso 17 resume bem a indignação de Jesus.
E o que isso tem a ver comigo?
Quantas vezes vamos à igreja por causa de:

     1-  Interesses pessoais
  •    Encontrar Amigos
  •    Entrar em ministério
  •    Pedir algo
  •    “Buscar a Deus"
     2- Religiosidade (Modismo ou obrigação)
  •    Cumprir com um compromisso religioso
  •    Vou (à igreja) porque todos estão indo.
  •    Faz parte da minha criação (me ensinaram assim desde criança)
  •    Tenho medo de ir para o inferno
  •    Cumprir uma regra
  •    Para “trabalhar para Deus"
  •   Passear no shopping não exige compromisso, respeito. Será que não é isso que você tem feito?
  •   Enquanto formos à igreja e nos comportarmos como se estivéssemos  num shopping, nunca seremos tocados.
  •   A igreja não é um lugar de interesses pessoais e religiosidade, mas sim um lugar de adoração a Deus. Adoração que é feita não só no momento de louvor e hinos, mas em tudo o que acontece no culto.
  •    Quando entendemos o significado da verdadeira adoração, fazemos todos os dias.
  •    O nosso coração virou um lugar profano, que expulsa qualquer possibilidade de adoração e busca por Deus.
  •    Em João 4:24 diz “Deus é espírito e importa que seus adoradores o adorem em espírito e em verdade".
O que preciso então para mudar de comportamento?
Fazer o que Jesus fez: Retirou tudo o que atrapalhava os gentios de adorarem a Deus

3 comentários:

  1. Palavra abençoada Pr Bruno, pois hoje vejo isto mesmo em nossos adolescentes, querem ir para igreja a busca de conhecer pessoas, divertir apos o culto, ir tomar um lanche com a galera. Precisamos mesmo anunciar o que Deus tem pedido aos nossos corações para que esta geração seja totalmente transformada. Pois esta geração procura as benção e não o Abençoador...

    ResponderExcluir
  2. Pastor, bom dia! Paz e graça! Tomei a liberdade de recomendar seu artigo no meu blog: www.joserobertolimas.blogspot.com.br. Deus continue te abençoando e usando a sua vida para o louvor da sua glória. Pr. José Roberto

    ResponderExcluir
  3. A Paz do Senhor, Pr. Bruno. Por intermédio da recomendação do Pr. José Roberto (acima), li o artigo e achei maravilhoso. Oro por uma geração que queira também tirar as "coisas" que impedem os gentios de adorarem e vejo tanta coisa: vejo igrejas que não investem em missões para adquirem mais "coisas" (móveis e imóveis) para si. Daí o lugar para os gentios vai reduzindo, reduzindo, e, quando nos damos conta, eles estão nas ruas, não cabem mais nos templos. Trabalho com dep. químicos no norte de MG e vejo como estes gentios estão sendo empurrados para fora ou não podem nem entrar por causa das coisas que impedem a entrada também: é um visual diferente, é uma pele com tatuagem, é um cheiro não muito bom... Novamente digo, maravilhoso este texto: vou guardar comigo por mto tempo. N´Ele!

    ResponderExcluir