2 de julho de 2016

Como devemos correr a corrida da fé?















 Foto: Google Imagens

O texto bíblico de Hb 12.1B nos diz como podemos fazer isso: “Portanto, deixemos de lado tudo o que nos atrapalha e o pecado que se agarra firmemente em nós e continuemos a correr, sem desanimar, a corrida marcada para nós”. LHJ

Primeiramente, desembaraçando-nos de todo peso. Como assim? Naquela época todo atleta, para se preparar para uma corrida, fazia seu treinamento com muitas roupas, pois achava que, ao tirá-las,  tinha a impressão de que estava mais leve e, consequentemente, iria ter melhor desempenho na corrida.

Assim nós também precisamos abandonar da nossa vida todo peso, que nada mais é do que coisas essenciais que podem servir de empecilho para seguirmos a carreira espiritual. Não são pecados, mas coisas tais como: ambição mundana, acomodação, um namoro, amizade.

A segunda atitude que devemos ter frente à corrida cristã é abandonar o pecado que tenazmente nos assedia. A palavra grega empregada aqui para pecado é “euperistatos”, que da uma ideia de “facilmente desviado”, dando a entender como "aquilo que faz alguém mudar de seu rumo".

Diante disso, o cristão deve abandonar o pecado que possa estar atrapalhando-o a ter uma comunhão plena com Deus. Como está escrito em Mateus 5.29: “se teu olho te faz pecar, arranca-o e lança-o de ti”;

E a última dica é correr com perseverança. Nenhum atleta pode esperar que ganhará sem persistência ou sem correr firme até o fim, a despeito das dificuldades. Perseverar nada mais é do que fazer a mesma coisa sem desistir, como, por exemplo, a oração, leitura da Bíblia, e outras práticas espirituais. 

Portanto, assim como um atleta corre sua corrida orientada pelo seu treinador, faça também o mesmo: siga os conselhos do autor de Hebreus para correr a corrida da fé. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou do tema? Comente!