11 de maio de 2018

Discernimento




Introdução:

§  O que significa? É a capacidade de compreender situações, de separar o certo do errado.
§  Capacidade de avaliar as coisas com bom senso e clareza; juízo, tino.
§  Por falta de discernimento, muitos se meteram em apuros
§  O discernimento que quero falar não é sobre o dom de discernimento de espírito. (I Co 12.10). Mas sobre os vários tipos de discernimento que o cristão pode ter.
§  Resolvi pesquisar quais tipos de discernimento a bíblia cita e consegui encontrar, são: o Espiritual e do bem e mal,

Desenvolvimento:

§  No Antigo Testamento e nos evangelhos sinóticos (Mateus, Marcos, Lucas) não encontramos o termo discernimento.
§  Mas podemos identificar sobre tema, a parti do evangelho de João.
§  Vejamos:

1-    Discernimento do bem e mal – Jo 17.14 - 16
§  O discernimento espiritual (ou a Sabedoria divina) nos ajuda a diferenciar o valioso do efêmero.
§  Discernimento da vivencia cristã, nos ajuda a entender que estamos no mundo, mas não estamos no mundo.
§  Deus descreveu as pessoas de Nínive como crianças que “não sabem discernir entre a mão direita e a mão esquerda” (Jonas 4:11). O discernimento é uma característica de maturidade. Crianças não têm a mesma capacidade de distinguir que os adultos têm.
§  Adultos na fé são “aqueles que, pela prática, têm as suas faculdades exercitadas para dicernir não somente o bem, mas também o mal” (Hebreus 5:14). Atitudes carnais impedem o crescimento e impossibilitam o discernimento espiritual (1 Coríntios 3:1).
§  Aos doze anos, o discernimento do menino Jesus o conduziu à decisão de permanecer em Jerusalém ao invés de voltar à Nazaré; escolhe obedecer ao Pai, não prosseguindo caminho com Maria e José (Lc 2.41 – 52)
§  O discernimento entre o bem e mal está ligado à:

  1. Pecado e agir de forma correta
  2. Decisões no nosso dia, que não são pecado. Mas que precisamos tomar.

§  O discernimento em seu sentido geral consiste na capacidade de compreender situações, de separar o certo do errado, de avaliar as opções com entendimento, bom senso e clareza.
§  Ou seja, é o juízo e tino para tomar as melhores decisões. O cristão adquire a capacidade de tomar uma decisão mediante o prisma bíblico em todas as esferas da sua vida, sem qualquer comprometimento com o mundo que o cerca.
§  Tenho mais discernimento que todos os meus mestres, pois medito nos teus testemunhos.  Salmos 119:99
§  Precisamos de discernimento para tomar decisões como: a música que ouvimos, os programas na TV, séries ou youtube que vemos, como agirmos em determinadas situações, etc.

2-    Discernimento espiritual

§  As coisas espirituais são discernidas espiritualmente.
§  A Bíblia diz em I Coríntios 2:13-14 “As quais também falamos, não com palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas com palavras ensinadas pelo Espírito Santo, comparando coisas espirituais com espirituais. Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.”
§  A falta de discernimento traz problemas para a Igreja. A primeira implicação que a falta de discernimento traz, é vida espiritual confusa. Esta foi à situação em que ficou a igreja de Corinto, onde Paulo teve que escrever uma carta par por fim a confusão (I Cor 11: 18). 
§  Paulo em várias ocasiões exorta os cristãos de diversas comunidades a viver o discernimento.  Por exemplo, diante das várias experiências que surgiram na comunidade de Tessalônica, diz-lhes: Examinem tudo e abracem o que é bom. ITs 5.21
§  Precisamos ter discernimento espiritual para várias situações:

2.1.        Influencia das trevas - Ef 6.12

§  Precisamos sempre lembrar que a nossa luta não é contra pessoas, mas contra as forças espirituais do mal.
§  Esse discernimento é essencial para sabermos separar quem é nosso verdadeiro inimigo.

2.2.        Sonhos, Profecia, Palavra de sabedoria – Atos 16. 16 a 18

§  O texto citado de Atos narra sobre a uma mulher adivinhadora, que dizia que Paulo era um homem de Deus, mas ele chamou atenção, pois ele discerniu que aquela revelação na era vindo de Deus.
§  Todo dom espiritual deve ser utilizado ou interpretado, usando o bom senso, trazendo paz entre as pessoas.
§  Precisamos ter discernimento ao receber uma mensagem dada por alguém disse que teve um sonho ou profecia sobre nos. Mas como?
o   Julgando a profecia a luz da palavra. I Ts 5.19 a 21
o   E se caso não houver incoerência bíblica. Busque fazer como Maria mãe de Jesus, a Bíblia diz que ela guardava tudo em seu coração. E espere se tudo que foi dito vai ou não se confirmar.
§  O amor é a justa medida do discernimento. Quanto mais ajustados a essa Lei mais capacitados estaremos para conhecer o querer de Deus: “que vosso amor cresça cada vez mais, em conhecimento e em sensibilidade, a fim de poderdes discernir o que mais convém” (Fl 1, 9-10a).

Conclusão:

§  Busque em Deus através da oração e o conhecimento da palavra de Deus, o discernimento que nos guia para a verdade.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou do tema? Comente!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.