4 de maio de 2018

Santidade, o caminho a ser seguido por todo cristão.



Sabemos que o mundo em que vivemos vive cada dia mais distante dos propósitos de Deus. Muitas vezes ouvimos pessoas dizendo frases do tipo: “esse mundo está como Sodoma e Gomorra”, ou “está difícil viver nesse mundo”, ou “é difícil ser cristão no tempo em que vivemos”, ou “as propostas estão mais tentadoras do que nunca”.

Mas apesar dessa realidade, a Bíblia traz um caminho seguro e certo para todo aquele que um dia entregou sua vida para Cristo: a santidade.  A Bíblia também nos mostra que para vivermos nesse mundo corrompido, nossa única escolha como cristãos é ter uma vida separada para Deus. Esse é o único meio do crente continuar caminhando firme na presença de Deus.

No capítulo 1, versículo 16 de I Pedro diz: “pois está escrito: "Sejam santos, porque eu sou santo" e em I Pe 2:21 também cita a palavra santo. No original, santo é Hagiamos que significa separado para Deus, ou, conduta que convém àqueles que são separados.

As escrituras também deixam bem claro que a santificação é um processo natural de todo crente. Sendo um processo, precisamos então, entender como funciona esse desenvolvimento da santificação em nossas vidas.

Vejamos:

A santificação tem o seu começo na conversão. O texto de Romanos 6: 11 a 14 e 18 nos diz que devemos ter uma ruptura definitiva do poder do pecado, ou seja, não seremos mais dominados pelo poder do pecado.

Outro princípio importante sobre a santidade, é que quando convertemos não queremos viver na prática do pecado, conforme diz Tiago 1:22 a 26.

O terceiro fundamento importante é que a santidade é uma mudança no interior (no coração) do crente (Marcos 7:6; I Samuel 16:7). Portanto, a escolha de viver conforme a vontade de Deus não é falsa, fingida, mentirosa ou para agradar alguém.

O quarto ensino bíblico sobre a santidade, é que ela aumenta por toda vida, é um processo. Em II Coríntios 3:18, diz que gradualmente nos tornamos mais semelhantes a Cristo. Por isso precisamos entender que santo não é aquele que nunca peca, mas é aquele que sempre se purifica ou se limpa.

Viver uma vida em pureza implica em transformações de nossas condutas e escolhas do dia à dia. E isso vai acontecer através do Espírito Santo, que nos incomoda para que possamos mudar áreas em nossas vidas.

O quinto padrão bíblico sobre santidade é: ela eleva nosso padrão. A mudança externa é influenciada pela mudança interna. Quando acontecem transformações no nosso caráter, queremos mudar nossos comportamentos, nosso modo de vestir, falar, nossas amizades e relacionamentos, aquilo que colocamos diante de nossos olhos, etc.

E por fim, a santidade nos aproxima de Deus. Quando estamos limpos, estamos mais disponíveis para sermos usados por Deus e também nos tornamos mais sensíveis ao Espírito Santo, procuramos acertar mais a cada dia e buscamos mais a Deus.
Diante de todo esse entendimento podemos concluir que, a santidade não é um livro com regras a serem seguidas. Mas uma escolha por amor à Deus em todos os dias da nossa vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou do tema? Comente!